quarta-feira, 8 de novembro de 2017

40 Maratona do Porto






Luiz Mota completou a 40ª Maratona em estrada!



Um mês após a Maratona de Lisboa, o tomarense Luiz Mota regressou à prova rainha. 2:44:20h, foi o tempo que levou para conseguir completar os 42,195Km, sendo o 34º da geral, 4º M45.

Os quenianos Jackson Limo, em masculinos, e Monica Jepkoech, em femininos, venceram a 14.ª edição da Maratona do Porto, onde os portugueses Daniel Pinheiro e Salomé Rocha foram segundos classificados.

Jackson Limo completou a prova em 2:11.34 horas, menos 6.23 minutos do que Daniel Pinheiro (2:17.57), enquanto o eritreu Okubay Tsegay acabou em terceiro, com 2:19.06.

Entre as mulheres, Monica Jepkoech estabeleceu um novo recorde da prova, com 2:26.58, batendo o registo de 2:29.13 conseguido no ano passado pela sua compatriota Loice Kiptoo. Salomé Rocha correu em 2:31.01 e terminou à frente da etíope Chaltu Bedo Negashu (2:43.41).


39. Maratona de Lisboa 2017

No passado dia 15 de Outubro, realizou-se em Lisboa a Maratona da capital.
 O forte calor, na altura, dificultou a vida aos atletas que correram os 42.125Km, de Cascais a Lisboa, este ano com a Meta na Praça do Comércio.

De Tomar foram vários participantes, Luiz Mota (2:47.33h, 33º geral) e António Fernandes (Eng Medeiros) fizeram a prova rainha, a Maratona.

De Tomar foram vários participantes, Luiz Mota(2:47.33h, 33º geral) e António Fernandes (Eng Medeiros) fizeram a prova rainha, a Maratona.

O queniano Ishhimael Chemtam venceu no passado  dia 8 de outubro a Maratona de Lisboa, ao terminar a prova com o tempo de 2:10.51 horas, superando El Hassan Elabassi, do Barhain, segundo, enquanto Bruno Paixão foi o melhor português, no sétimo lugar.
Bruno Paixão foi o melhor português, terminando na sétima posição, com a marca de 2:26.24 horas, mais de 15 minutos depois do vencedor.
Na competição feminina, voltou a imperar a queniana Sarah Chepchirchir, com o tempo de 2:27.57 horas, atleta que apenas sofreu a concorrência da etíope Afera Godfay Berha, segunda com 2:28.48 horas, tendo Doroteia Peixoto sido a melhor lusa, ao terminar no quarto lugar com 2:40.02.